Caderno de Uaba

E ainda estou acordada. Já assisti A Fantástica Fábrica de Chocolate e fiz um paper toy da Venus de Milo. Agora não me resta outra coisa a fazer senão postar alguma coisa no meu blog. Os pássaros estão cantando. Queria ser como um pássaro. Seria ótimo poder acordar no nascer do sol e dormir ao anoitecer. Pelo menos, de certa forma, eu seria um pouco mais saudável e não pareceria cansada o tempo todo.

Sempre pareço cansada. As pessoas chegam para mim e a primeira coisa que notam são minhas olheiras. E elas normalmente me perguntam “você está cansada? você parece tão cansada, coitada“. Na verdade, não estou nem um pouco cansada, digo, não fisicamente cansada. Acho que meu rosto reflete o fato de que estou sempre cansada da minha vida. Isto seria verdade. E, às vezes, posso trocar o `cansada` por `farta`. Estou farta da minha vida. Quero outra vida.

Traduzido daqui.

Olha a hora, vá dormir! São 4h da manhã criatura! Depois não reclame quando estiver cansada, com dor de cabeça e olheiras de zumbi! Não sei porque você sempre coloca exclamações no final da maioria das frases. E as pessoas na rua ainda gritam para lhe fazer medo! Mas que cretinas! Agora vá escovar os dentes, lavar o rosto, passar o creme, trocar de roupa, deitar e dormir. E não esqueça de mandar mensagem para aquele que a ama, pois ele a ama muito!

foram muito difíceis pra mim. Não escrevi uma linha. Sei que quando escrevo sinto-me aliviada, mas, desta vez, precisava de mais pressão. Queria que todos os sentimentos, pensamentos, dores e sofrimentos ficassem dentro de mim. Não deixei ninguém sair. Esperei o momento certo. Digo, não esperei, simplesmente um fato ocorreu e fui obrigada a explodir.

Tudo saiu de uma só vez. A princípio, pensei que tudo seria como todas as outras vezes, eles iam me dar bronca, dizer que tudo se resolveria e pronto. Foi diferente, foi involuntário. Primeiro, a indignação com a nota injusta da professora, depois, todo o resto.

Chorei. Fui inibida. Não cedi e fiquei só. Chorei mais. Eles voltaram, pediram desculpas e me ouviram. Chorei, solucei, contraí o rosto muito forte. Tremi as mãos e os lábios. Tomei o remédio. Gritei baixo tudo o que deixei se acumular em mim nesses dias. Eles ouviram atentamente, com olhos de medo, pena, aflição por me ver daquele jeito. Ninguém imagina isso para sua filha. Ninguém quer isso. Foi difícil, muito difícil. Minha mãe, mais do que todo mundo, conseguiu compreender meu sofrimento. E eu sabia que apenas ela poderia entender o que fiz comigo. Ficou assustada, mas não me repreendeum pois não tenho culpa. Ninguém pode ser dado como responsável por eu ter chegado a este ponto, nem mesmo eu.

Meu pai também fez o que pôde. Ele me compreende de uma maneira mais racional. Ele é prático e procurou soluções práticas, mesmo sem saber todo o problema. E agradeço aos dois pela força, pela compreensão.

Queria não estar chorando agora, mas é impossível conter as lágrimas. Não cumpri a promessa. Ainda choro e me sinto sozinha. E não procuro ajuda imediata. Sempre acho que vou incomodar os outros, ainda que sejam as pessoas que mais me querem bem no mundo e que não se importariam em enxugar minhas lágrimas às 4 horas da manhã.

Amigo secreto é uma brincadeira bem divertida, principalmente quando você não precisa gastar dinheiro com o presente heh. Enfim, a iniciativa partiu do Blog This e foi espalhada por vários blogs de diferentes assuntos, pessoas, categorias, pensamentos, etc. O sorteio aconteceu há um tempo e a data de divulgação dos posts ficou para hoje, 25/11. Então, lá vai.

Gente, primeiro, quero agradecer a quem me tirou, que foi a Áurea do blog Aukimia. Ela fez um post tão fofo sobre mim e meu blog, adorei! Bom, como quero meu amigo secreto tão feliz quanto fiquei com o post que ganhei, vou caprichar, hein?! Tá, bora logo conhecer o blogueiro secreto! hihi

Não conhecia o blog do meu amigo secreto, mas foi um prazer conhecê-lo. É um blog com posts de todo o tipo de categoria: humor, vídeos, tecnologia, dicas de novidades, música e muito PSY! Lógico que só posso estar falando de um blogueiro DJ, o…

Isso! O DJ Magu é o meu amigo blogueiro secreto! E este banner eu surrupiei do blog dele heh. O que eu mais gostei no blog foi o super banner com o matagal, o nome do blog e as teias de aranha, achei perfeito. Outra coisa foram as dicas de tecnologia, fiquei babando pelo computador “mais rápido do mercado”. E, outra coisa que ADOREI foi este efeito na Guernica (clique para ver), feito pelo próprio Eric, o Magu, dono do blog, divido com vocês aqui. Quero ver as outras imagens, certo, Eric?!

Guernica

Parabéns pelo Blog, Eric, muita sorte na sua vida blogueira, de DJ e futuro Designer! Ah, e quero ver todo mundo acessando o Blog do DJ Magu, ok?! Beijos.

pelas ruas da cidade. Comecei minha jornada bem longe, na Faculdade. Esperei o ônibus por mais de meia hora debaixo do sol, suando litros dentro da roupa que havia passado a ferro cuidadosamente, pois é dia de aniversário de namoro. Sentei logo numa cadeira perto da janela mais aberta que havia e longe do sol, mas, com as voltas que o ônibus dava, sempre vinha aquele raio de calor em cima de mim.

Caminhei até a minha livraria preferida, entrei no banheiro e só queria lavar o rosto. Lavei as mãos primeiro e, quando terminava de secar o nariz com o papel, a porta se abriu de repente e um menino, de mais ou menos 5 anos, gritou: “aaaaahhhhh uma menina!”. Numa fração de segundo, apareceu outro menino igual e gritou: “eitaaaa tem uma meninaaaaaa, mããããeeee!”. Lógico, esqueci de trancar a porta. Atrás dos menino apareceu uma mãe e uma avó: “ai, moça, desculpe, esse menino que entra sem bater. Fulaaano, saia, daí, deixe a menina terminar! É que ele tá apertado! (riso sem graça)”. Ainda bem que minha vergonha não apareceu em forma de rosto-vermelho-quente, joguei o papel fora e disse: “já tô saindo, pode vir…”. Os meninos entraram correndo, peguei minhas coisas e fui embora, mas ainda ouvi a mãe dizer: “coitada da menina…” e os meninos gritarem histericamente de dentro do banheiro. Não sei que tipo de confusão aconteceu lá dentro… Enfim, comprei minhas canetinhas e saí com destino à parada de ônibus mais próxima.

O primeiro ônibus que peguei me deixou na parada certa, onde pegaria mais um e chegaria à livraria Cultura num instante. Porém, o segundo ônibus resolveu, do nada, fazer o retorno muito antes do que eu esperava e estava acostumada. Pra variar, a rainha das linhas de ônibus esqueceu de ler a placa da frente e embarcou. Isso resultou numa parada forçada perto da minha antiga faculdade e numa ligação precoce de socorro ao namorado. Ele, lindo e cheiroso, apareceu de carro uns minutos depois e fomos acabar com minha crise de abstinência por livros, bloquinhos e cruzadinhas.

Para comemorar o aniversário de namoro, ainda fomos ao shopping ficar mais uns minutos em pé na fila da Subway porque hoje é dia de clone! Clonamos os sanduíches (uhhh, que mágico) e ele me eixou em casa. E eu bem que queria fazer mais coisas, passear, namorar, mas os dois têm provas e trabalhos nesta última semana de tortura do ensino superior do ano. Cansei deveras.

Vídeo do Diagnóstico Urbanístico que fizemos (eu, Gabriel e Silvia) para um trabalho da faculdade. Deu muito, muito, muito, trabalho! Confesso que não me envolvi tanto na parte do vídeo, porque os fracos ficam com a parte escrita hehe (brinks). Mas o resultado ficou lindo! E gostaria de compartilhar com vocês.

A dona

Uaba, 21 anos, Recife. Faço Arquitetura e Urbanismo, mas era absurdamente melhor quando cursava Letras. Ansiosa, perfeccionista e sonhadora. Consumista, que só gosta de ganhar presentes. Sempre procrastinando. Humor super oscilante. ♥ English ♥ an adorable green-eyed white rabbit ♥ Travis

Este mês…

junho 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Meu Flickr

Wireless

Shiny Shoes

Trees





Mais fotos

Posts antigos

Stats

  • 66,237 visitas