Caderno de Uaba

Posts Tagged ‘ajuda

Hoje tive mais uma crise, daquelas que vêm com um choro soluçante, desesperado, como eu nunca havia chorado antes. Sei que este não é o assunto mais atrativo e estimulante para quem lê o blog, mas eu realmente preciso de algum lugar pra escrever. Me alivia, sabe?! No momento do desespero procuro escrever no meu caderninho. Quando estou um pouco melhor, venho no blog.

E o que me entristece mais ainda (e com motivo desta vez) é ver minha mãe tão preocupada comigo. Ela tenta me acalmar como pode. Reza comigo, me ajuda a respirar mais calmamente, me bota no colo. Consigo ver a angústia nos olhos dela de sentir-se impotente e só poder ajudar com seu carinho de mãe. Pra mim este carinho é extremamente necessário, ela nem sabe o quanto. Meu pai não sabe lidar muito bem com a doença, ás vezes ele acha que é malandragem minha para faltar aula, mas nem é. Ele acha que dando carão e chamando no grito, vai conseguir que eu acorde de alguma maneira. Não é por aí. Isso só piora, pois aumenta minha sensação de culpa. Mas eu sei que ele faz isso com a melhor as intenções, lógico, ele não é nenhum psicólogo.

Meu namorado também me ajuda bastante. Já tive várias crises de choro na frente dele e ele enxugou minhas lágrimas, me abraçou forte, me ajudou a respirar direito. Ele tem tanta paciência comigo e faz tudo pra me ajudar. Ah, como eu amo meu coelhinho.

A pior hora é quando estou sozinha. É quando tenho que tirar todas as minhas forças até de onde não existe mais nenhuma para tentar me levantar e fazer alguma coisa. É muito fácil ficar escrevendo no computador, mas é difícil, muito difícil, abrir os arquivos dos trabalhos e produzir alguma coisa. Entrar no ônibus e ir pra aula é fácil, mas sair de casa para pegá-lo, e ficar dentro de sala sem ter vontade de fugir é muito difícil. Tanto que não consigo descrever essa dificuldade. Pior ainda é quando me  perguntam: “cadê você? tá tão sumida, parece turista!”. Não sei o que falar. Dou uma risadinha e acho que isso basta para perceberem que não preciso nem quero responder a mais uma pessoa.

Eu realmente não queria ter que escrever essas coisas, desculpa.

Anúncios

Quanto tempo falta para o ano acabar? Não sei, mas não vejo a hora porque não aguento mais. Este foi, de longe, o pior ano da minha vida e parece que não existe salvação para ele até seu final. Se alguém fez algum tipo de macumba para mim, ou se pisar com o pé esquerdo no primeiro dia de janeiro dá mesmo azar, digo que está fazendo efeito.

Não quero que ninguém venha me dizer que sou pessimista ou para eu olhar as coisas com outros olhos. Só eu sei o que estou sofrendo, ninguém mais. Só eu sei como é difícil segurar na pontinha da corda para não desabar de vez. Só eu sei a quantidade de confusão se passando na minha cabeça abarrotada de substâncias químicas que desejo me livrar, mas não consigo. Só eu conheço minha solidão.

Por mais que eu tente explicar, é muito difícil entender, até mesmo para mim. E tem gente que ainda acha que doenças psíquicas são frescura! Bando de tapados! Alguém realmente acha que choro para aparecer? Que fujo das responsabilidades porque sou preguiçosa? Que durmo demais por ter anemia? Que fico até tarde na internet porque sou vagabunda? Pois todos acharam errado, muito errado. Minha ajuda não está sendo suficiente, nem meu esforço para tentar falar o que sinto.

É lógico que muita gente me ajuda. Simples palavras ajudam muito quem já não aguenta mais ouvir as mesmas coisas dos tapados. Uma respiração controlada ajuda a acalmar. A cumplicidade dá forças. A inesperada amizade de quem nem sabe o que é amizade é um ótimo aprendizado. Espero que essas coisas cresçam, a ponto de fazer do próximo ano um ano bem melhor que este.

Mudanças?

Posted on: julho 26, 2008

Se você já vem aqui há algum tempo, pôde notar que mudei o tema do meu blog. Em quase dois meses no wordpress, enjoei daquele azul e daquela figura. Portanto, resolvi optar por algo mais sóbrio, com cores bem básicas e que sei que não enjoarei tão facilmente. A imagem do outro layout eu tinha feito com pressa, não tive tempo para escolher direito. Desta vez, resolvi usar a parte que mais gostei do meu caderno do terceiro período, que já tinha sido scaneada, então nem tive trabalho.

Além disso, alterei coisinhas mínimas na barra lateral. Só para organizar mesmo. Ainda não sei como colocar as uptades do twitter ou do plurk por aqui. Eu só sei mexer no básico de html, mas css não é pra mim, é super difícil. Não pretendo nem aprender porque não tenho tempo nem paciência e não é um objetivo na minha vida. Mas, se alguém estiver disposto a me ajudar a colocar o twitter ou o plurk aqui, ficarei super feliz!

Este post vai terminar aqui mesmo. Fim.


A dona

Uaba, 21 anos, Recife. Faço Arquitetura e Urbanismo, mas era absurdamente melhor quando cursava Letras. Ansiosa, perfeccionista e sonhadora. Consumista, que só gosta de ganhar presentes. Sempre procrastinando. Humor super oscilante. ♥ English ♥ an adorable green-eyed white rabbit ♥ Travis

Este mês…

outubro 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Meu Flickr

Posts antigos

Stats

  • 66,277 visitas